7 passos para a instalação de telhado metálico

Na hora de instalar um telhado metálico, é importante seguir algumas etapas fundamentais para não ocorrer problemas em sua construção, como infiltrações, telhas soltas e materiais danificados.

Neste conteúdo, você vai conferir como fazer a instalação de telhado metálico em 7 passos práticos, que vai desde a etapa de planejamento e medição até a finalização. Confira o passo a passo e tire suas dúvidas!

Passo 1: Planejamento e medição

O primeiro passo para a instalação do telhado é encontrar a medida certa, e para isso tome as devidas precauções. O ideal é que você meça do chão, mas caso precise subir ao telhado, tome cuidado e faça o uso correto das EPIs (equipamento de proteção individual). 

Para determinar a área do telhado, meça a inclinação telha metálica. O telhado de metal é um dos mais versáteis e por isso sua inclinação pode ser das mais variadas. O tamanho da área a ser coberta será definido pelo valor da medida da largura x comprimento x inclinação. Ao fazer esse cálculo fica mais fácil saber a quantidade de telha que será usada, mas acrescente à soma 10% como margem de erro. 

Caso seja preciso investir na parte da sustentação, a estrutura metálica para telhado é famosa por ser flexível e se adaptar à expectativa de qualquer projeto, além de ter um ótimo custo benefício e ser garantia de segurança tanto no decorrer da construção quanto no resultado.

Passo 2: Pesquisa e compra dos materiais

O ideal é que esse tipo de estrutura seja feita por profissionais, mas mesmo que você seja somente um consumidor é importante estar atento aos instrumentos necessários para um resultado satisfatório. Ter os materiais em mãos garante um bom trabalho e evita que a estrutura seja danificada. 

Uma serra tico tico, por exemplo, pode ser essencial, pois muitas vezes as telhas precisam ser cortadas para adaptar ao local de instalação. Ela garante que o corte seja feito de forma precisa, garantindo um encaixe perfeito na hora da instalação. 

Além disso, será necessária uma furadeira e brocas adequadas para fazer furos certeiros que garantam firmeza na hora de fixar as telhas com parafusos. Os parafusos mais utilizados são os auto brocantes, e resistem aos desgastes do tempo. Seu uso torna o resultado mais eficaz, pois fura e fixa ao mesmo tempo. Para telhados em que sua estrutura é composta de madeira, os parafusos de madeira auto selantes podem ser úteis. Eles têm uma boa fixação, evitando vazamentos. 

Os pregos são muito utilizados para consertar estruturas metálicas, e a lixeira, por sua vez, garante um local organizado e uma forma de descarte para detritos provenientes da instalação, o que dá uma maior segurança no trabalho. 

É possível colocar telha sobre telha, mas não é o mais recomendado. A não ser que se trate de uma manutenção em que será necessário colocar ou substituir telhas. O melhor é remover a telha antiga para ter um serviço de maior qualidade e durabilidade, para isso, comece a tirar do ponto mais alto e distante.

Não se esqueça de alguns processos antes e durante a instalação. Arrume suas ferramentas em um local de fácil acesso, assim como o material. Deixe tudo protegido de possíveis chuvas, pois, por mais que as telhas sejam a prova d’água, elas podem manchar. Providencie escadas e/ou andaime e, na hora da instalação, certifique-se de que não há nenhum cabo ou ferramentas pelo caminho, assim você previne acidentes. 

Passo 4: Instale os rufos

Os rufos são peças moldadas de aço galvanizado ou pvc, responsáveis por impedir que a água da chuva acumule e desgaste a estrutura do telhado e paredes. Evitam infiltrações, bolor, mofo e apodrecimento da madeira, além disso, são resistentes à alteração de clima e de fácil manutenção ao fazer limpeza e revisão de forma periódica. 

Existem vários tipos de rufo, cada um com sua finalidade. O rufo de encosto é utilizado para evitar que a água penetre nos vãos entre a alvenaria e a telha, e o de capa é utilizado no encontro das duas águas, evitando que ali crie poças e cause problemas na estrutura. 

Existe um rufo que tem um efeito pingadeira quando a água da chuva cai. Por causa desse efeito, ele evita que escorra pelos muros e paredes e cause transtornos como pintura descascadas e manchadas.

Para instalar, primeiro analise qual ou quais peças serão as ideais para o seu projeto e qual a metragem necessária. Os pregos a serem utilizados devem ser de 1 1⁄4 de polegadas pois garantem boa fixação e resistência. Fixe bem os rufos sem deixar nenhum vão e use algo para vedação. 

Passo 5: Acrescente as telhas metálicas

A maneira mais recomendada de iniciar a instalação de telhado é do ponto mais alto para o mais baixo. Você vai precisar de parafusos auto brocantes, que têm um tamanho médio de 2 a 3 cm. 

Você vai colocar a primeira telha de uma maneira que ela passe 2 cm da beirada. Depois você pode puxar uma linha como referência para ver se ela está bem posicionada. Então coloque telha por telha e parafuse sem apertar muito para não correr o risco de estourar. 

Passo 6: Adicione a cumeeira

A cumeeira é instalada no ponto mais alto do telhado, onde o rufo de capa fica. Elas estão interligadas na função de proteger a estrutura de qualquer vazamento, o que assegura uma construção resistente.

Ela se faz necessária quando o telhado é de duas águas ou mais. Servem para fechar o vão na junção, e funciona como uma espécie de vedação a direcionar a água para a telha, já que não tem um acabamento nessa parte.

Passo 7: Finalize o telhado e priorize os apertos

Com todas as telhas instaladas, certifique-se de que nenhuma ficou solta e se estão bem alinhadas e com bom acabamento. Repare também se todo o detalhamento telhado está coberto sem nenhum vão e os parafusos devidamente apertados.

Caso queira dar uma proteção maior para sua construção, você pode optar por tintas e vernizes projetados para telhados metálicos, que os tornam mais resistentes e dão um toque a mais na beleza do local. 

É de extrema importância analisar se ficou sujeira e resíduos no final de todo o processo, pois o acúmulo pode gerar corrosão e afetar o funcionamento dos rufos e a durabilidade das telhas, o que gera vazamentos e inconvenientes. 

Confie em quem é especializado no assunto!

Na hora de escolher produtos de qualidade, seja para um novo projeto ou para manutenção, a Biazam é referência de mercado. Atuante a mais de três décadas, está sempre antenada nos avanços tecnológicos e traz o que há de melhor para os seus clientes. 

Para ter um bom resultado na instalação de um telhado metálico, saber escolher o fornecedor é um passo importante. Matéria-prima de alto padrão e confiança devem ser requisitos importantes, afinal garantir a eficiência estrutural e evitar motivos danosos é fundamental. Lembre-se de que um trabalho bem feito é feito com a ajuda de um profissional. 

Entrega rápida e eficaz com a garantia de produtos fieis e intactos ao recomendado e atendimento humanizado é uma marca registrada da Biazam, que tem como foco a satisfação total do consumidor ao oferecer comodidade, tranquilidade e durabilidade.

Transforme o seu objetivo com os telhados metálicos de qualidade. Visite a nossa loja e converse com uma equipe preparada para te atender e trazer soluções viáveis e práticas para sua construção. Sua realização é a nossa prioridade!

E para conhecer mais sobre os telhados metálicos, confira o post: 5 tipos de telhas metálicas para sua construção!

Compartilhe:
Redação Biazam

Biazam

Fundada em Maringá-PR há mais de 30 anos, a Biazam é uma empresa especializada na fabricação de telhas para diversos tipos de construções. Somos especialistas nesse mercado, sempre buscamos oferecer excelência em nosso propósito, com o princípio de oferecer produtos de alta qualidade para os nossos clientes. Em nosso blog, você vai encontrar conteúdos sobre telhas, materiais de construção, obras, dicas e muito mais!

Deixe um comentário