Confira quais são as diferenças entre tipos calhas e rufos

Na hora de construir ou reformar, devemos estar atentos a todos os materiais utilizados na obra, visto que é necessário saber as necessidades de cada um. Além, é claro, de ficar atento aos preços para escolher o que mais se encaixar no custo-benefício estabelecido para o projeto.

Uma parte que devemos prestar muita atenção é a cobertura, que, além de ter boas telhas, também precisamos nos preocupar com as calhas e os rufos. Esses itens às vezes são esquecidos e vistos apenas de última hora, sem falar que boa parte das pessoas acabam se confundindo, não é mesmo?

Quer entender melhor qual a diferença entre eles e para o que são utilizadas nas coberturas? Continue com a Biazam e confira tudo, mas já adiantando, a função de cada uma é bem diferente! Boa leitura.

Qual a diferença entre calha e rufo?

A diferença entre os itens é bem simples. A calha serve para coletar e escorrer toda a água que vem do telhado, protegendo o sistema da cobertura. Por conta disso, ela garante que a água seja direcionada para pontos exatos e que não tenham vazamentos, nem mesmo erosões, dependendo do terreno.

Já o rufo é uma peça de metal que serve para fazer a conexão entre dois pontos, como entre o telhado e a parede, ou entre duas telhas metálicas. Dessa maneira, o rufo garante uma cobertura extra e permite que a água não passe pela emenda. Há também o rufo utilizado em muros, como pingadeira.

Mas lembre-se, por mais que a calha ajude a escoar a água, o telhado deve estar e ser sempre limpo! Veja aqui a importância e como limpar o telhado.

Quais são os tipos de calhas?

Para as calhas, podemos encontrá-las em diversos materiais e preços, mas possuem a mesma finalidade: escoar toda a água do telhado. Assim, o material utilizado vai depender do tipo de área e região em que você mora. Veja quais são os tipos:

Calha de aço Galvalume

As calhas de aço Galvalume são bem resistentes e possuem versatilidade para o uso, visto que podem ser utilizadas em mais de um tipo de obra, como:

  • Casas;
  • Galpões;
  • Estabelecimentos comerciais;
  • Indústrias.

Dessa maneira, a calha de aço Galvalume conta com diferentes modelos, cada um utilizado para uma obra e função diferente. Algumas possuem diferenciais para dar acabamento, outras para garantir um fluxo ainda maior de água ou até mesmo para impedir o contato na parede e diminuir a umidade. Além disso, as calhas e rufos Galvalume podem ser pós-pintados ou pré-pintados e são muito vendidas nas cores branca e preta.

10 benefícios de utilizar a estrutura metálica para telhado!

Calha de alumínio

Os modelos de calhas feitos em alumínio são um dos mais resistentes quando falamos da maresia, ou seja, são menos propensas à corrosão.

Esse modelo de calha também pode receber pintura eletrostática, sendo muito escolhida para dar um toque a mais de decoração nas reformas.

Calha de PVC

A calha de PVC (policloreto de vinilo) é uma das mais acessíveis do mercado e conta com ótima qualidade. Seu diferencial é que não oxida, é resistente a tempestades e é durável. Dessa maneira, também é utilizada e recomendada para regiões litorâneas, que é mais propensa à oxidação em metais.

Como o material conta com alguns aditivos, a calha de PVC também se torna muito resistente à ação do sol, não trincando nem ressecando facilmente.

Além disso, ter boas calhas garante vários benefícios para a estrutura, como prevenir goteiras, apodrecimento dos beirais (no caso de madeira), umidade e possíveis danos à pintura.

Quais são os tipos de rufos?

Os rufos são feitos, em sua grande maioria, em aço Galvalume ou alumínio, mas também podemos encontrá-los em fibrocimento. Assim, o que muda para os rufos é a sua utilização e finalidade, confira:

Rufo tipo capa

O rufo tipo capa é utilizado em paredes ou muros sem coberturas, ou seja, ele serve para a água bater no rufo, e não diretamente na estrutura, além de ajudar na questão de acabamento. Ele é fabricado na medida exata para caber na largura da estrutura, encaixando-se perfeitamente na superfície.

Rufo pingadeira

Esse é bem parecido com o do tipo capa, entretanto, conta com uma estrutura mais longa e inclinada nas beiradas do muro, ficando um pouco para fora da superfície do local. Com esse ângulo, ele faz a função de pingadeira, ou seja, garante que a água da chuva escorra por ele e vá ao chão, evitando que entre em contato com a parede.

Rufo interno

O rufo interno é feito em formato de L e é utilizado para fazer a conexão entre a parede e o telhado. Ele garante que a água não passe pela fresta que ficaria entre os materiais. Ainda, após colocá-lo corretamente, é passado um vedante por cima para garantir o serviço.

Leia também: Como decorar paredes com telhas metálicas?

Viu só? Por mais que sejam peças simples, elas fazem a diferença em uma obra e garantem muito mais qualidade e resistência por toda a estrutura.Dessa maneira, sempre ao fazer uma cobertura, procure por um bom fornecedor e entenda também como eles realizam esses os acabamentos.

Gostou do conteúdo? Aqui, na Biazam, você encontra muito mais temas para entender sobre materiais para a sua construção e qual tipo de atenção você deve ter durante a sua obra — navegue pelo blog e confira muito mais. Até a próxima!

Compartilhe:
Redação Biazam

Biazam

Fundada em Maringá-PR há mais de 30 anos, a Biazam é uma empresa especializada na fabricação de telhas para diversos tipos de construções. Somos especialistas nesse mercado, sempre buscamos oferecer excelência em nosso propósito, com o princípio de oferecer produtos de alta qualidade para os nossos clientes. Em nosso blog, você vai encontrar conteúdos sobre telhas, materiais de construção, obras, dicas e muito mais!

Deixe um comentário