Galvalume ou galvanizada? Entenda as diferenças e como escolher

Você sabe qual é a diferença entre as telhas galvalume e galvanizadas? Elas são muito parecidas, se diferenciando principalmente em sua composição. São ótimas telhas para ambientes que precisam de uma estrutura mais resistente.

Continue sua leitura para entender melhor cada um desses tipos de telha e confira aspectos como resistência, durabilidade, espessura e mais. Permaneça na página e confira o conteúdo que preparamos para você!

O que é uma telha galvalume?

Telha galvalume com um fundo branco

O galvalume é um dos diversos tipos de telhas existentes atualmente. Ela é composta por uma chapa metálica que contém um revestimento de 55% de alumínio, 43,5% de zinco e 1,5% de silício. Como resultado dessa mistura, temos um produto leve e altamente resistente, que une a resistência do aço com a leveza do alumínio.

Uma das vantagens dessa telha é o fato dela poder ser reciclada diversas vezes, sendo uma opção muito sustentável. A telha galvalume pode ser encontrada em chapas simples, semi sanduíche e como a conhecida telha sanduíche (termoacústica).

– Resistência

Os materiais que compõe esse tipo de telha e a proporção ideal das camadas de revestimento tornam as chapas extremamente resistentes. Graças ao alumínio, o material apresenta alta resistência a corrosão e o zinco melhora sua resistência mecânica.

– Durabilidade

Essa telha é resistente a diversas situações e, dependendo da situação em que é aplicada, há a possibilidade que ela tenha uma vida útil de até 50 anos. Vale ressaltar que esse número pode ser alterado dependendo de diversos fatores, como a aplicação da telha, cuidados e mais.

Apesar disso, é muito importante garantir a qualidade da telha para a maior durabilidade possível. O indicado são as chapas de AZM-150, ou seja, aquelas que possuem 150 gramas por metro quadrado somando os dois lados.

As telhas feitas em materiais de menor qualidade, como o AZM-100, perdem sua resistência e diminuem a durabilidade facilmente. Afinal, as chapas possuem uma menor camada de revestimento, se tornando mais fáceis de enferrujarem.

– Espessura

As telhas galvalume estão disponíveis nas espessuras de 0,43mm, 0,50mm e 0,65mm. Além disso, podem ser produzidas no formato ondulado e trapezoidal. Isso permite diferentes realizar adaptações para variados projetos.

Onde a telha galvalume é utilizada?

Esse tipo de telha é muito utilizada em galpões industriais. Apesar disso, vale ressaltar que se usada sem um devido isolamento, quando chove produz um barulho bem intenso. Além disso, é altamente resistente à corrosão e dependendo do parafuso utilizado e se foi feito o lixamento correto, pode deixar o ambiente livre de goteiras e vazamentos.

Esse tipo de telha também promove um conforto térmico e acústico muito grande, não absorvendo o calor. Vale ressaltar que essas utilizações são potencializadas com telhas do tipo sanduíche, que possuem a chapa de galvalume e um material isolante no meio.

Como identificar uma telha galvalume?

Conforme comentado anteriormente, a telha galvalume é feita de aço com um revestimento de alumínio, zinco e silício. Podemos identificar as telhas pelo formato característicos das mesmas. Apesar disso, ainda é muito difícil realizar a identificação apenas visual, uma vez que as telhas galvalume e galvanizadas são muito semelhantes.

Por isso, ao comprar é recomendado verificar a procedência do material por meio do certificado da usina do fabricante, considerando sempre a credibilidade e a garantia da empresa.

Telha galvanizada: como ela é?

Telhas Galvanizada

As telhas galvanizadas tem esse nome devido ao processo químico nas quais são submetidas. São formadas por uma chapa de aço banhada em zinco fundido, sendo um processo que protege as telhas de corrosão. Assim como as telhas galvalumes, as galvanizadas podem ser recicladas, sendo ótimas para a construção civil.

Além disso, as telhas galvanizadas são muito flexíveis, facilitando adaptações antes e após as obras. São materiais leves e fáceis de serem transportados.

– Resistência

As telhas galvanizadas possuem uma alta durabilidade. São inquebráveis e super resistentes a mudanças de temperatura e outros fatores climáticos e ambientais, como o calor, chuva, granizo e maresia.

– Durabilidade

Esse tipo de telha pode ser reciclado diversas vezes, e graças aos seus fatores de resistência, possuem uma boa vida útil. Mas apesar disso, sua durabilidade ainda é nove vezes menor do que a galvalume. Para garantir a melhor durabilidade possível de suas telhas galvanizadas, existem alguns fatores que você pode se certificar antes de realizar sua compra. Veja quais são:

  • Confira os certificados de qualidade das telhas;
  • Atente-se se as telhas seguem o padrão de qualidade da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

– Espessura

As espessuras das telhas galvanizadas se assemelham muito à galvalume. As três espessuras disponíveis são: 0,43mm (chamada de chapa 28), 0,50mm (chapa 26) e 0,65mm (chapa 24). A mais comumente utilizada é a chapa 28. Apesar disso, vale ressaltar que ambos os tipos de telha se diferenciam no peso por metro quadrado (na qual a galvanizada é mais pesada).

Onde pode ser utilizada?

As telhas galvanizadas são muito indicadas para locais que precisam de estruturas mais pesadas, como galpões, ginásios, indústrias e cobertura de áreas residenciais.

Apesar de serem muito resistentes, esse tipo de telha não absorve tão bem os sons, então, para usos em residências, é recomendada quando for do tipo sanduíche. Dessa forma, irá garantir um bom isolamento térmico e acústico.

Vale ressaltar que as telhas galvanizadas não são mais comumente utilizadas. Elas foram substituídas pela galvalume, devido à maior durabilidade e leveza dessa opção. Por esse motivo, o galvanizado é mais utilizado em outros tipos de materiais, os quais o galvalume não possui aplicação, como Eletrocalhas, Perfis Drywall e SteelFrame.

Principais diferenças entre a galvalume e galvanizada

A diferença principal entre as telhas está na composição delas. Como comentado anteriormente, as chapas de galvalume são compostas de aço, alumínio, zinco e silício. Já as chamas galvanizadas são de aço submetidas a um procedimento químico com zinco fundido.

Qual é a melhor galvalume ou galvanizada?

Considerando as diferenças na composição de ambos os tipos de telha, as galvalumes se destacam, pois possuem quatro vezes mais resistência. Além disso, elas também apresentam um menor peso por metro quadrado, ajudando a diminuir o custo da construção.

E mais, a principal diferença do galvanizado para o galvalume é o peso do material. Por exemplo, o galvalume, pelo fato de ser utilizado o alumínio na composição, proporciona telhas muito mais leves por metro quadrado do que as galvanizadas normais.

Pensando nisso, podemos considerar a telha galvalume melhor, mas a escolha passa a depender também do objetivo da obra e do investimento disponível para concluí-la.

Esperamos que esse conteúdo tenha tirado todas as suas dúvidas quanto ao assunto. Continue acompanhando o blog da Biazam para mais conteúdos como esse. Até logo!

Compartilhe:
Redação Biazam

Biazam

Fundada em Maringá-PR há mais de 30 anos, a Biazam é uma empresa especializada na fabricação de telhas para diversos tipos de construções. Somos especialistas nesse mercado, sempre buscamos oferecer excelência em nosso propósito, com o princípio de oferecer produtos de alta qualidade para os nossos clientes. Em nosso blog, você vai encontrar conteúdos sobre telhas, materiais de construção, obras, dicas e muito mais!

Deixe um comentário